loader image
PT | EN

Outsourcing: O que é, para que serve e o futuro?

Outsourcing: O que é, para que serve e o futuro?

O outsourcing não é novidade e passou por algumas fases até chegar a era digital. Esta prática é envolta de algumas ideias incompreendidas por empresas que optam pelo outsourcing e pelo público. Este artigo esclarece o conceito de outsourcing explicando como evoluiu e se estabeleceu numa época de crescente adopção tecnológica.

Um pouco de história

O outsourcing é uma prática que surge entre 1970 e 1980 como solução para as limitações de gestão que as empresas enfrentavam enquanto buscavam maior rentabilidade e a expansão de mercado a uma escala global.

Nessa altura, o outsourcing se encontrava num estágio de fornecimento de serviços essenciais, porém auxiliares, isto é, uma empresa identificava actividades que não realizava adequadamente e decidia quais podia contratar outra empresa para realizá-las.

Nos anos 90, o outsourcing começou a ser identificado como uma estratégia de negócio, pois as empresas buscavam priorizar a redução de custos, passando a contratar outras empresas para realizar funções importantes do negócio, mas que não tivessem relação específica com o negócio principal, como contabilidade, recursos humanos, segurança e distribuição interna de correio.

Na actualidade, o outsourcing vai além do fornecimento de serviços, abrangendo também competências-chave para a continuidade de um negócio em forma de parceria estratégica. Desta forma, as empresas que optam pelo outsourcing podem transferir actividades importantes relacionados a actividade principal de negócio, além de que possibilita a alocação de recursos pela necessidade num contexto de mercado extremamente mutável e desafiador.

O que é o outsourcing?

Outsourcing ou subcontratação, é a prática de negócio que consiste em transferir para outra empresa a realização de serviços especializados ou criação de bens que seriam tradicionalmente realizados internamente.

Um exemplo prático: uma empresa XPTO transfere as actividades de desenvolvimento de um aplicativo multiplataforma de pagamentos para a empresa de soluções informáticas IFP.

Factores para a contratação de uma empresa de outsourcing

O outsourcing é realizado após uma análise estratégica das necessidades da empresa para:

  • Reduzir ou controlar custos;
  • Melhorar o foco nos negócios ou no cliente;
  • Acelerar a reorganização/transformação da empresa;
  • Acelerar um projecto;
  • Ter acesso a conhecimentos de gestão indisponíveis internamente;
  • Reduzir o tempo de colocação no mercado.

Outsourcing e a tecnologia

Num mercado competitivo e mutável, a exigência por soluções que optimizam a gestão de negócio, coloca o sector de tecnologia fundamentalmente como o que mais agrega diferencial para o negócio em factores como:

  • Custo-benefício;
  • Aumento da produtividade;
  • Controlo e flexibilização de processos.

O outsourcing especializado em Tecnologias de Informação (TI) é relevante quando uma empresa busca a experiência, infra-estrutura ou conhecimentos necessários de outra empresa para executar os projectos internos de forma flexível.

Por outro lado, a subcontratação de uma empresa especializada no sector tecnológico pode impulsionar os esforços de adopção da Transformação Digital, isto é, a empresa contratante pode dispor de recursos materiais e humanos qualificados por forma a enfrentar com agilidade os desafios impostos pela evolução tecnológica.

O futuro do outsourcing

O outsourcing é uma ferramenta estratégica desde que as empresas buscam expansão, as necessidades de negócio tornam-se mais específicas e ocorre adopção crescente de tecnologia.

No que se refere a tecnologia, a adopção do outsourcing tem sido ampla, tanto na busca por conhecimento especializado e infra-estrutura, como para a inovação. Especificamente para a inovação, as startups têm sido parceiras estratégicas de empresas que buscam experimentar a Transformação Digital sem negligenciar as suas actividades tradicionais de negócio.

Desta forma, o reconhecimento da necessidade de subcontratar não é observado como incapacidade interna, sim, a demonstração de uma visão diferenciada, competitiva e aberta a possibilidades perante o mercado.

Em suma, o outsourcing na área de TI é uma solução oportuna e estratégica para o futuro como tem sido para o presente, pois as empresas buscam posicionamento competitivo num mercado em contaste transformação e dominado pelo digital.

100% LikesVS
0% Dislikes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigos relacionados